Casamento na Pandemia

Um retorno à nossa essência

Texto: Letícia Fülöp e Carla Alves

O ano de 2020 nos trouxe a oportunidade de olhar pro mundo em que vivemos através de novas perspectivas. Foi um ano marcado por um acontecimento de proporções mundiais e que afetou a saúde e o modo de vida de todos nós.

E esse momento nos obrigou a parar; nos levou refletir e nos deu a chance de repensar atitudes, hábitos cotidianos e, também, nos reinventar. 

E quando falamos dos eventos, as grandes festas, com muitos convidados, não foi diferente. Fomos obrigados a repensar as nossas prioridades, adiar ou replanejar os sonhos e mudar algumas rotas.

Sentindo assim, partimos numa jornada interna e fomos em busca de conexões que representassem a nossa essência, a nossa verdade. E, de forma quase mágica, nos reencontramos e nos reconectamos no contato com a natureza sagrada do nosso ser e do meio em que vivemos.

A mini série, que conta com 4 editoriais, fala sobre esse retorno ao que é essencial, através da simbologia dos 4 elementos: a terra, a água, o fogo e o ar, sempre em conexão com uma ou várias deusas e suas forças e manifestações na natureza.

Terra

O que é essencial pra você?

 Representando a terra, reverenciamos à Pachamama, mãe terra e divindade da totalidade e da energia sagrada feminina.

Em muitas tradições ao longo do tempo encontramos referências a essa deusa, simbolizando a fertilidade, a maternidade, a criação e o grande ventre sagrado.

Cenário

 A floresta foi escolhida como cenário. Com os pés descalços na terra úmida e rodeada por todo o verde da vegetação, Roberta se conecta com a sua natureza primitiva, sua mulher selvagem e suas crenças.

O pentagrama, desenhado com pedras brancas e folhas é uma forma de origem incerta, associado ao mistério, magia e, também à espiritualidade. Simboliza a união, harmonia, equilíbrio, o sagrado e o divino.

Fotografia

Na fotografia de Carla há movimento, sombras e efeitos que foram pensados para nos dar a sensação de integração da mulher com a natureza que a cerca. O corpo que dança, torna a saia do vestido fluido ao ponto que ela se expande e se mistura ao entorno. 

Em um dos retratos vemos o peito marcado com a sombra da planta que ela segura enquanto absorve o calor do sol que adentra a fresta da mata. Sentimos calma e contemplamos uma pausa.

Bouquet

O bouquet, feito com Eucalipto (purificação), Arruda (proteção), Alecrim (disposição), Fotínea vermelha, Trigo (fartura), Aristida, Orquídea, Rosa Spray e adornado com uma pedra jaspe, que é associada ao primeiro chakra (ou chakra básico). O Jaspe Vermelho é uma pedra de proteção muito poderosa, ela emana energias de renascimento, limpando e estabilizando a aura e fortalecendo nossas fronteiras. A grinalda de trigo compõe o visual nas mesmas texturas.

Beleza

Seguindo o tema, a inspiração de Debora Riete para a beleza foi a própria terra. A maquiagem mais natural e monocromática seguiu o tom avermelhado e alaranjado da terra. O cabelo volumoso com textura e respeitando a forma natural dos cachos representam a força da terra e o respeito com o natural.

Vestido

O Vestido leve e fluído, desenhado na estilista Júlia Parker, com suas mangas esvoaçantes é inspirado numa “noiva fada”, que se casa descalça, numa conexão intensa com a natureza e a fenda do modelo foi pensada com esse propósito. O cinto, com bordado de folhas, traz a referência da floresta e da terra. O decote nas costas, é , “must have” pra Júlia, que se diz apaixonada por esse tipo de decote, que dá um efeito visual incrível nas cerimonias. 

Joias

As joias, da Bianca Bouzon, dão o arremate final à produção. As peças escolhidas são de coleções que foram criadas a partir da inspiração dos elementos da natureza. São joias que adornam o corpo feminino e, também, amuletos para mulheres fortes.

A coleção A Voz do Vento reflete as formas que se torcem e se contorcem assim como nós nos moldamos ao vento. Já na coleção fluidez, a água foi o elemento de inspiração para peças que, feitas no metal, foram amassadas e moldadas para trazer levava a algo que pode ser tão pesado, desafiando a estrutura mecânica da prata.


Ficha técnica:

Idealização: Mais ArtEventos e Carla Alves Fotografia 
Produção: Mais ArtEventos ( @maisarteventos )
Fotografia: Carla Alves (@carlaalvesfotografia)
Modelo: Maria Beta Perez ( @mariabetaperez)
Joias: Bianca Bouzon ( @biancabouzon )
Vestido: Ateliê Julia Parker ( @ateliejliaparker )
Beleza: Debora Riete ( @riete_debora )
Bouquet e Grinalda: Amuleto de flor ( @amuletodeflor ) 
Escultura Pachamama: Carla Alves Art ( @carlalvesart )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *